Frida e Badock, amores da mamãe!
Olá! Sejam todos muito bem vindos ao blog Patógrafo. Podem entrar que o "canil" é de vocês. Sou mais uma apaixonada por cães e criei este blog Patógrafo (para quem não sabe, patógrafo significa autógrafo de cães...rs rs rs...) para falar mais desses seres maravilhosos e queridos! Então, participem, opinem e debatam nesse "canil" aconchegante!
Lambeijos...

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Câmera mostra funcionário de pet shop assustado após morte de cão

Ele agrediu uma cadela da raça Yorkshire durante banho.
Caso será investigado pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente.

video
 
A câmera de segurança do pet shop de Curitiba, onde uma cadela morreu após ser agredida por um funcionário, mostra o rapaz assustado quando percebe o ocorrido. Não é possível perceber o momento do acidente, mas quando uma outra pessoa se aproxima para verificar a situação ele corre e leva as mãos à cabeça.

Mia era uma cadela da raça Yorkshire, e possuía cerca de 30 cm e 1,5 kg, segundo o dono, Bruno Maziero. Ele afirma que o funcionário agrediu a cadela com uma escova de metal, durante o banho. O laudo veterinário diz que o animal teve parada respiratória, parada cardíaca, edema e sangramento na região do crânio. O funcionário foi demitido.

O proprietário do pet shop, Fábio Assahi, lamentou o acidente. “Tudo que foi possível fornecer a eles (os donos) a gente forneceu", disse. O estabelecimento deu outro cachorro da mesma raça para o dono, além do enxoval, as vacinas e alimentação. Para receber o animal, Bruno precisou assinar um contrato de adoção e um termo que dizia que, a partir daquele momento, o pet shop não tinha mais pendências.

O caso será investigado pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, que ouvirá os donos do cahorro, do pet shop, e o ex-funcionário. Depois, o caso será encaminhado ao juizado especial criminal.

Miah (Foto: Divulgação) 
Mia morreu após ser agredida por funcionário de pet shop (Foto: Divulgação)


Fonte: www.g1.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário