Frida e Badock, amores da mamãe!
Olá! Sejam todos muito bem vindos ao blog Patógrafo. Podem entrar que o "canil" é de vocês. Sou mais uma apaixonada por cães e criei este blog Patógrafo (para quem não sabe, patógrafo significa autógrafo de cães...rs rs rs...) para falar mais desses seres maravilhosos e queridos! Então, participem, opinem e debatam nesse "canil" aconchegante!
Lambeijos...

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Castração pode evitar gravidez psicológica

A gravidez psicológica ou pseudociese é uma doença muito comum que o ocorre geralmente nas cadelas, mas também pode afetar gatas e ocorre devido a uma disfunção hormonal principalmente após o cio (período fértil). Esse problema ocorre em cerca de 50% das cadelas não castradas.

A gravidez psicológica aparece aproximadamente dois meses após o cio (período fértil). Nessa situação, mesmo sem a fêmea ter cruzado, ela começa a apresentar sintomas de gestação como fazer ninho, ficar agressiva, parar de se alimentar, aumento no volume das mamas e produção de leite, o animal começa a fazer objetos inanimados de filhote como chinelo, brinquedos, meias, sapatos e até outros animais da casa.

Não existe uma regra, qualquer fêmea não castrada pode apresentar pseudociese, até fêmeas que já tiveram filhotes podem desenvolver a doença.

Os sintomas variam de animal para animal. De forma geral, a fêmea apresenta os mesmos sintomas maternais típicos da gestação verdadeira, a agressão maternal é mais comum nas fêmeas que não possuem filhotes do que nas que acabaram de parir.

Para tratar, o ideal é que o animal seja levado ao veterinário para uma avaliação, pois a pseudociese pode causar uma infecção no útero e infecção da glândula mamária.

Existem medicamentos específicos para tratar os sintomas, mas a necessidade ou não de usá-los só poderá ser avaliada pelo médico veterinário. Em alguns casos, permitir que a cadela fique com os objetos que foram adotados como “filhotes” pode piorar o problema e estimular a produção de leite. Além disso, os animais acometidos por pseudociese tem maior predisposição à apresentar tumores mamários.

Como a doença é causada por um distúrbio hormonal, a única forma de prevenção é a castração, pois só assim retira-se a fonte causadora do problema.

Fonte: www.ribeiraopretoonline.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário